Exposição temporária “Diálogo e Traição. Grão Vasco | Júlio Resende” _ Inauguração

“Diálogo e Traição. Grão Vasco | Júlio Resende” _ Inauguração
15.06 – 14.10 | 2018

No passado dia 15, foi inaugurada a exposição temporária “Diálogo e Traição. Grão Vasco | Júlio Resende”.
Esta exposição, com curadoria da Professora Doutora Laura Castro, resulta de uma vontade comum entre o Museu Nacional Grão Vasco, a Fundação Júlio Resende – Lugar do Desenho e a Delegação de Viseu da Ordem dos Advogados que, depois da exposição “Korntal – aguarelas de Júlio Resende”, patente no MNGV em 2016, no âmbito do Centenário da sua fundação, voltaram de novo a encontrar sinergias, agora nas comemorações do Centenário do nascimento de Júlio Resende e do 8º Congresso dos Advogados Portugueses, demonstrando assim a importância das parcerias na divulgação do património e da cultura.
O propósito desta exposição é o de apresentar grandes obras de duas grandes figuras da arte portuguesa, manifestando a diferença entre dois destinos, reconhecendo mais divergência do que convergência, e introduzir na exposição permanente de Vasco Fernandes uma exposição temporária de seis aguarelas, seis desenhos e quatro pinturas a óleo de Júlio Resende.